Blogger Widgets
            

[Resenha] Filme - Casa das Coelhinhas

    Não, pessoal. Não estou baixando o nível. Embora o título Casa das Coelhinhas possa sugerir algumas coisas indecorosas (olha eu usando palavras achadas no Google xD), trata-se de uma comédia estrelada por ninguém menos que Anna Faris e Emma Stone!
    Em primeiro lugar, o nome do filme faz referência justamente à casa da Playboy, a residência das moças da revista. E lá, como em qualquer outro lugar, é um arranca-rabo das garotas que querem sempre sair na primeira capa. Mas não se preocupem, pessoal, não há nada indecoroso (Google!) no filme. A censura é de 12 aninhos, ou seja, comédia inocente. Chama a vovó pra assistir, ela vai gostar!
Vamos ao que interessa, então?


Gênero: Comédia
Duração: 98 minutos
Ano: out/2008
Diretor: Fred Wolf
Elenco: Anna Faris, Emma Stone, Kat Dennings, Colin Hanks, Katharine McPhee, Bervely D'Angelo, Hugh Hefner.











    E se a beleza não for tudo? E se inteligência não for o suficiente? É possível dois atributos ocuparem o mesmo corpo? A Casa das Coelhinhas mostra que beleza e inteligência são conceitos que ultrapassam o senso comum e que são qualidades de todas as garotas, sejam elas baixinhas, gordinhas, de aparelho ou com aquela risada suína xD.
    Anna Faris encarna a carismática e ingênua (uma coelhinha ingênua, vejam só!) Shelly Darlingson, uma coelhinha da mansão Playboy. Mas conspirações contra Shelly começaram a ocorrer e, em seu aniversário de 27 anos, ela perde seu reinado. Os planos de uma megera acabam colocando a nossa coelhinha longe do seu hábitat natural, e ela se aventura no mundo exterior, um lugar selvagem onde precisa descobrir sua inteligência latente para sobreviver.
   Em uma dessas "perambulâncias" (depois de ficar enxadrezada e dividir uma cela com umas "bandidas" de dar medo) ela encontrou um lugar para ficar, completamente diferente da sua mansão. Uma fraternidade onde universitárias sem nenhuma vocação aparente para popularidade constituem o grupo excluído da universidade: as Zeta. Elas acolhem a coelhinha expatriada e, mais rápido do que pensam, descobrem uma grande amizade de coração generoso em Shelly.
Emma Stone e Anna Faris - ícones da comédia cinematográfica
    Mas as Zetas estão com um problema. A casa tem poucos integrantes, e não fazem sucesso nenhum no campus. É quase certo que o conselho estudantil vai fechar a fraternidade e, com isso, as garotas serão separadas. Mas Shelly descobriu um jeito de manter de pé a casa de suas novas amigas e decide ajudá-las, em retribuição à generosidade. Afinal, Zeta era, agora, sua casa. E ela sabia de uma coisa... Nada é mais eficiente do que garotas lindas e uma festa de arromba pra apontar os holofotes sobre o pequeno grupo de meninas desbotadas, não é, Shelly?
    Juntas, as Zeta e a nova hóspede vão mudar o visual da casa, dar uma ajeitada na agenda extracurricular das universitárias e, no processo, transformarem a si mesmas. Mas todos sabemos como é complicado fuçar na nossa aparência e ego sem comprometer o caráter. Algumas coisas podem sair do controle e, de quebra, algumas decepções podem acontecer.
    Mas a gente sabe que todo campus que se preza tem uma casa-da-barbie, onde as garotas mais lindas e igualmente estúpidas imperam. Ali não era diferente. A medida em que Zeta crescia e se tornava popular (e as garotas ficavam tão belas quanto qualquer uma no campus), as Phi Lota Mu (a tal casa-da-barbie) percebem que correm o risco de perderem sua coroa de popularidade. A disputa acaba se tornando cada vez mais intensa e, para vencer, as Zetas sacrificam um pouco do que mais tinham de nobre: a humildade.

    Numa comédia deliciosa, Shelly aprende o valor da amizade e descobre ser capaz de muito mais do que as capas de revista revelam e, pra conquistar Oliver, vale até bancar a rata de biblioteca. No mesmo ritmo, as garotas Zeta descobrem que não precisam ser fúteis para serem bonitas, e que, na vida, há muito mais em jogo do que uma maquiagem bem feita.



    Embora seja uma comêdia rodeada de clichês, A Casa das Coelhinhas traz um humor fácil e despretencioso, com um ensinamento sobre o que realmente importa em um relacionamento, até onde somos capazes de chegar para encontrar aceitação, e como passamos a agair quando conseguimos. Recomendo para as garotas, pois é uma boa lição a ser aprendida aqui. E também recomendo à rapazeada, afinal, o que é melhor do que uma casa cheia de mulher? - 80% dos leitores estão revirando os olhos nesse instante. Os outros 20% apertaram o "X" no canto direito da tela. 


    É isso pessoal! E, lembrem-se, beleza não põe mesa e, em alguns casos, é melhor comer no chão! Vamos dar valor ao caráter e à simpatia sincera.
    Um grande abraço a todos, bom filme, e não comam muita pipoca. Não queremos ficar obesinhos no reveillon, certo? xD


Colunista 'Web Teen

14 comentários:

  1. Nunca assisti, parece ser legal pela sinopse, ótima dica. Seguindo, bjs ;*

    realidadesativas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Não vi o filme, mas se tem a Anna Faris já me interessa. gosto muito dos filmes que ela faz, onde a maioria é comédia.

    Vou bauxar para assistir.
    bjos

    Jack
    www.mybooklit.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Tainá, adorei seu cantinho, descobri seu blog,pois conheci(virtualmente) um de seus colunistas Ewerton e adorei....
    Fico muito feliz e faço questão de apoiar que gosta de leitura,pois acho isso fundamental.
    Esse filme postado pelo Pedro é muito legal, e possui um ensinamento fundamental de aceitação de como somos e descobrir o que somos capazes de fazer,que as vezes por falta de estímulo ou ajuda não descobrimos.
    Bem tenho essa visão, pois todos os filmes que assisto vejo qual o ensinamento eles nos traz... mania de professor....rsrs
    Adorei seu blog ,agora sou seguidora e já levei seu link comigo.
    Te ofereço com carinho o selinho de aprovação Ipegar no meu blog na aba ofereço), vc e seus colunistas e autores merecem.
    Mil bjs
    FEliz Natal e um maravilhoso Ano Novo!!!

    ResponderExcluir
  4. Feliz natal para você querida.
    aproveito para dizer, que o blog Delírios Imperfeitos foi reativado.
    dê uma olhadinha lá, voltamos cheias de novidades.

    um beijo!

    ResponderExcluir
  5. Olá Tainá, tudo bem?

    Minha primeira vez por aqui e adorei a dica de filme. Confesso que faz um bom tempo que não assisto uma comédia, ainda mais de meninas. Anna Faris é uma das melhores atrizes do estilo, então, sem dúvida, o filme ganha mais um ponto por isto!

    Já estou seguindo o blog e aproveito para te convidar a fazer uma visita lá no meu!

    (:
    Beijo!
    http://janinestecanella.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi. Estou te seguindo.
    Gostaria de fazer parceria? basta me seguir e me avise, caso queira para que troquemos os banners.
    http://amorimortall.blogspot.com/
    Adorei seu blog!!!
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Quero assistir esse filme, parece ser muito tipo sessão da tarde.
    Já até comecei a ver, mas tive que sair no dia ¬¬
    Vou assistir em breve ^^
    Beiijos
    Bruna
    http://contodeumlivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. muito bom o blog. Já estou seguindo.
    Segue ge volta?


    http://vervoar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá, já vi esse filme e adorei.
    Adoro filmes no estilo besteirol super comédia dos EUA hehehhe.
    Lindo o blog, passa no meu?

    Beijos,
    http://bestherapy.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. totalmente adoorei o blog, parabens pelo trabalho amore. depois passa no meu blog também. já estou seguindo. Bjs
    http://simplebutglamorous.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Hola Pedro te deseo un buen comienzo del año, tienes un excelente espacio,
    si os gusta la poesía os invito a mis espacios poéticos.
    feliz semana.
    un abrazo.

    ResponderExcluir